Poesia erótica

21
Set 11

 

O cheiro doce e úmido da pele tua

nua que espera o toque quente

rente e íntimo que aumenta o ritmo

num átimo, do corpo, da pulsação

 

Fricção animal sobre a cama

dama da sociedade que revira puta

luta com o macho pelo prazer

fazê-lo acontecer no quarto

 

O ato final do filme, o gozo

no fosso dilatado e úmido

unido ao falo agora contraído

caído, satisfeito, em paz

 

Jazem os amantes na oca oca

e as bocas dividem num ataque

o acre gosto contido

nos fluídos, no que sobrou de nós

 

publicado por Contos do Fritz às 02:19
Temas:

Toda trepada boa q se preza tem q ser rica nos fluidos...
Jairo a 27 de Setembro de 2011 às 00:09

Com toda certeza!

Vlw pelo comentário!
Contos do Fritz a 27 de Setembro de 2011 às 01:25

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

pesquise
 
leia os blogs

compre os livros