Poesia erótica

30
Ago 11

Elas podem ter todos os defeitos do mundo, mas têm o que a gente quer!

 


 

E o que é que a gente quer? (B.U.C.E.T.A.) do álbum Foi bom pra você? de 1994.

publicado por Contos do Fritz às 21:53
Temas:

26
Ago 11

 

Vitória

virgem viva

ventre

veludo

 

Vulva vadia

vagina valente

veemente volumosa

viscosa voraz

vital

 

Vaca vulgar

víbora volúvel

vodka vagabunda

valsa vã

varão vassalo

vilã viciada

 

Vênus

verão vivo

vale verde

vista vasta

viagem voluptuosa

 

Vinho velho

verso

valor

 

Vida

publicado por Contos do Fritz às 14:27
Temas:

22
Ago 11

 

A noite se abria no movimento de suas pernas 

grossas pecaminosas infinitas

e o brilho morto das estrelas

emolduravam teu corpo lascivo e jovem

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Suas mãos corriam até mergulharem

lábios seios sexo

que me exibia liso e rosa carne

querendo quente pulsando

expulsando todo o frio e a derrota

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Suas coxas apertavam e espremiam

o gozo

que sobrava em seus olhos

que me mostrava entre os dedos

que lambia satisfeita

que alimentava o pouco que éramos

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Que sonora gemia fêmea

que linda contorcia-se fêmea

que satisfeita ofegava fêmea

e enchia meus escravos ouvidos

com sons úmidos de fêmea

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Era um mundo construído

e constituído de vontades animalescas

que faziam meu sangue pele correr

percorrer pelos meus rios e mares

até alagar o deserto e o homem que sou

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Mas no ordinário passar dos dias

nosso jogo não teve mais vitórias

monótonos sucumbimos ao banal

e derrotados

desistimos do poder lúdico

que proporcionávamos aos nossos restos

 

O solitário e sujo tempo venceu

 

Que saudades que tenho da minha puta

que partiu...

publicado por Contos do Fritz às 15:37
Temas:

19
Ago 11

 

Entre panos e apelos

pedidos e peles

peço em teus lábios ávidos

desejo entre pêlos e entro

 

Dentro desnudo

mudo quente mundo

rente profundo querer

 

Crer que posso tê-lo

esparramo em teu pêlo

novelo

meu prazer

 


publicado por Contos do Fritz às 14:25
Temas:

Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
20

21
23
24
25
27

28
29
31


subscrever feeds
Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

pesquise
 
leia os blogs

compre os livros