Poesia erótica

27
Jun 12

 

Deitada na cama

à espreita me olha

de lábios abertos vermelhos

e fruto molhado

Grelo a espera do toque

 

No tom branco da sua pele

vejo o infinito que corre ao encontro

esqueço o que possa ser tempo

e me acabo

estrangulando o desejo

e o pouco que sou

 

 


publicado por Contos do Fritz às 02:18
Temas: ,

08
Jun 12

 

Na linha do horizonte

infinita

belo monte rosa carne

nasce sol

 

Morro

entre teus lábios

 

Caudalosas tuas águas

que desaguam em minha língua

Desbravo a mata

e mato meu desejo

 

Deito-me em paz ao teu lado

e escuto o som do mar

em tua concha em êxtase

 

 


publicado por Contos do Fritz às 14:51
Temas:

Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30


subscrever feeds
Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

pesquise
 
leia os blogs

compre os livros