Poesia erótica

18
Jun 13

 

me deita em teu colo leito

e me dá o peito...

eu, homem feito

criança que não se cansa

mama a ama

criança que não vê defeito

 

me dá o peito, encosta

e toma meu leite em resposta

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 02:26

16
Jun 13

 

Late cadelinha

late

morde meu coração

que no peito bate

late alto

nossa vira-lata paixão

 

Late cadelinha

late

e vem de quatro pra mim

por onde eu for

até o fim

 

 

 


publicado por Contos do Fritz às 20:05

 

entre beijos e gemidos

carinhos e xingos

o que guardo aos pés

dos ouvidos é

teu sussurro...

 

um vento que sopra

na noite longa

me dizendo como ela é

gostosa

 

publicado por Contos do Fritz às 16:45

15
Jun 13

 

tua boca quente

me inflama

me lava

me sobe a chama

 

abraços em brasas

teu corpo chama

meu interior que incendeia

nós em fogo

 

 

 


 

 

publicado por Contos do Fritz às 22:30

 

você rosa orvalhada

                                dilatada

ante minhas pupilas

                                dilatadas

vibrante minha vontade

                                dilatada

deseja

que o tempo se      dilate

diante do deleite

 

que ninguém nos delate 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 17:34

 

Entre beijinhos e suspiros

o mel do vão de suas pernas

é meu doce preferido

 

Brigadeiros não entram

em nossa guerra

de corpos estendidos

sobre o outro

sobre a cama

 

 

 

foto @misscaliente1

 

publicado por Contos do Fritz às 17:09

14
Jun 13

 

Sua língua úmida em minha pele

meu pau em sua boca despeja...

 

Tudo o que se deseja:

que o instante se repita

 

 

publicado por Contos do Fritz às 04:58

 

Guardo meu rijo desejo

dentro do teu

relicário carne

grelo pérola

 

Um conjunto de lembranças

que não se deixam

sobre a penteadeira

 

 

publicado por Contos do Fritz às 04:55

13
Jun 13

 

As noites se fazem maior

no abrir de suas pernas

 

Céu vermelho carne

da boca de baixo lábio

estrelado grelo que brilha

 

Um cometa passa:

gemido que rasga meu silêncio...

 

 

 


publicado por Contos do Fritz às 01:13

12
Jun 13

 

Nem cartas perfumadas

nem bilhetes coloridos

num suspiro que o instinto sopra

gravei os teus gemidos

aos pés

dos meu ouvidos

 

Experiência sonora

que não se desfaz

coisa que o tempo

não apaga mais

 

 

os gemidos deliciosos da  

 

publicado por Contos do Fritz às 23:23

 

Grafa sua boca em meu peito

no leito

feito fera que fere a caça

faça de novo

faça

marca meu corpo torpe

em vermelho

batom no espelho

que escreve um destino




publicado por Contos do Fritz às 04:56
Temas: ,

 

Enfia os dedos longos

e prolonga teus gemidos...

 

Barulhos úmidos

aos meus ouvidos

deixa meu corpo em

delírios




publicado por Contos do Fritz às 04:33
Temas:

09
Jun 13

 

Pau e porra em tua boca

Leoa que ruge e rege

o ato

engole o falo

fato feito

bichos




publicado por Contos do Fritz às 20:12
Temas:

 

Doce grelo

grelo doce

a minha tentação

 

Esfrega geme

afunda molha

desse goza

nesse fosso de tesão

 

Doce grelo

molhado doce

doce tentação




publicado por Contos do Fritz às 16:07
Temas:

01
Jun 13

 

Tudo bem se seremos

nossas fantasias

que ao apagar da luz

dos dias

acontecem

 

Diária luz que ofusca a visão

Diária obrigação que ofusca o desejo

Dia diário que apaga a

noite

que acende

nossos olhos

 

Em pensamento reencontro a

ilusão

porque a

vida é

mesmo só

uma

impressão

 

Só o que sinto é

que pode ser

que seja

real




publicado por Contos do Fritz às 18:58
Temas:

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11

17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


subscrever feeds
Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

pesquise
 
leia os blogs

compre os livros