28
Fev 14

 

ajoelho e oro um sonho em teus lábios

de carne purpura

brilhosa espelho d’água

em minha língua devota

que passeia em teu ponto sensível

 

as ondas de gemidos que se espalham

no ar quente que preservamos

inundam meus ouvidos

a pele pelos poros

embebedando todo meu corpo

lascivo que entorpece o teu

 

em fúria sorvo teu delírio fêmeo

penetro dedos na cavidade lisa

tenho tuas contrações na palma da mão

me sinto um homem gigante

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 11:41
Temas:

15
Fev 14

 

puta linda

me abriga na esquina

que a lua brinda

traga meu tempo num cigarro

manchado vermelho

encostada num carro

 

eu e você

puta linda

refletidos no espelho do céu

acima do inferno

queimando nossos corpos

na cama da inquisição

 

puta linda que me despe

das obrigações diárias

todas fingidas

me mostra o caminho que

todos querem mas ninguém segue

que abandono minha carcaça

no meio da estrada larga pela qual sigo

 

cego na multidão

puta linda

me leve pela mão

nessa vida nada fácil

que é ser o que realmente nos interessa

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 00:47

14
Fev 14

 

grandes e perfeitos

tão gostosos os teus

peitos

 

bicos feitos pra matar

a sede da minha boca

 

anjos alvos de aréola morena

que dá asas à minha língua

 

macia pele que desliza

apertando o pau

estrangulando a vontade

que explode

num gozo

 

em teus seios

ó

liberdade

 

 

( o Y o )

 

publicado por Contos do Fritz às 21:59

10
Fev 14

 

em lugares hediondos

do corpo

nossos beijos sujos

florescem

por natureza

 

 

publicado por Contos do Fritz às 00:11

08
Fev 14

 

pousa a boceta na minha boca

solta o corpo

repousa

me sufoca com tua vontade

 

passa os lábio no meu rosto

na minha barba rala

mela minha face escrava

que te dou minha devota língua

 

goza e molha

o nosso fogo

e mantém nossa perversão acesa 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 16:09

 

a palma da minha mão

arde

estampada na tua bunda

 

grande glúteo que abriga

minha glande

e me obriga

a querer mais

 

esfrega tua pele na minha

roça nossa ramagem pubiana

e recebe minha mão aberta

pra marcar tua pele

novamente

 

 

publicado por Contos do Fritz às 14:08

 

doma meu pau na boceta

que te domo pela crina

égua

que cavalga livre

pelo tempo que nos consome

 

 

publicado por Contos do Fritz às 01:15

 

vem

ajoelhe-se

que vou foder a tua

boca

abra-a

 

baba todo ele e engula-o com gana

guarda-o todo em tua garganta

enquanto me olha gulosa

 

e passeia a língua

na glande

nas bolas

pelo longo das minhas veias em riste

chupa como se fosse acabar

o mundo

suga a nossa essência

 

em teus cabelos meus dedos

entrelaçados

conduzem o movimento do tempo

que se dilata

na ardência dos tapas

que ecoam em tuas maçãs

 

sorri e lambe meu pau

que a porra vai jorrar

branca pura quente

por toda...

 

mela a face sem disfarce

engole meu líquido

liquida meu desejo e me

faz o homem que imagino que sou

 

 

publicado por Contos do Fritz às 01:01

Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27


subscrever feeds
Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

banner do Frtiz
Image and video hosting by TinyPic
pesquise
 
leia os blogs

compre os livros