28
Fev 15

 

levanta tua perna

e abre bem

que fico de joelhos

servo a servir-se

 

língua e dedos passeiam

em teus lábios, grelo e brilho

procurando teus becos

teus pontos, suspiros

encontrando gemidos

arrancando berros

 

sente nosso cheiro

escuta o atrito molhado

que se espalham

a preencher

os ouvidos

os sentidos

o cômodo pequeno e profano

 

tua mão em meus cabelos

meus dentes em tuas coxas

solta o gozo feminino, divino

deságua em minha boca

 

deixa teu cheiro

em mim, e teu gosto

em minha saliva, a mistura

molha meu rosto

com tua ternura

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 17:46

26
Fev 15

 

dois mundos que se abrem

tuas pernas nuas

dois metros de puro prazer

compasso branco que circunda a lua

alva

alvo

de nosso querer

 

como a Via Láctea

leite que salpica o universo

espalharemos nosso gozo

gemidos, prosa e verso

 

deleite dos corpos

celestes em atrito

nada castos

somos astros

a orbitar no infinito

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 21:14

 

tanta coisa boa é pouca

diante da beleza de sua boca

 

lábio que provoca

tanta coisa louca

carne farta que invoca

minha alma lassa

 

moça

coloca a sua na minha

e desloca

essa minha vida oca

que não mereço

 

a boca da moça é o começo

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 14:44

23
Fev 15

 

tua bunda branca empinada

muda de cor a cada tapa

 

alva flor que a dor depura

madura, a cada amor, rubra

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 20:38

19
Fev 15

 

passa teus lábios

molhados

nos meus lábios

escravos

 

fenda e grelo

teus poucos pelos

de encontro à

minha língua

 

molha meu rosto

todo e deixa

teu cheiro bom

na minha boca

 

mistura teu gozo

com minha saliva

 

passa

teus lábios

nos meus

passa

passa

passa

passa

que assim o tempo

passa

só lá fora

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 19:45

11
Fev 15

 

seus peitos são

perfeitos

feitos algo sem defeito

forma, cor, bicos

são os que quero no leito

neles me deito

e fico

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 23:02

07
Fev 15

 

orbita de Urano

meu astro em teu ânus

vulto de Vênus que vibra

brilham os anéis em Saturno

 

sem os pés na Terra

pelo espaço infinito

flutuamos

 

nos corpos celestes

a líquida Via Láctea se espalha

constelação sobre a pele

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 16:37

Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
24
25
27


subscrever feeds
Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

banner do Frtiz
Image and video hosting by TinyPic
pesquise
 
leia os blogs

compre os livros