18
Ago 13

 

em teus seios pequenos meu mundo

cresce

e se acolhe

em teu sorriso gostoso

amor que o tempo tece

 

leitoso eu em tua boca

despejo

corpos entre beijos

noite que amanhece

 

 

 

foto: @Porp_s

publicado por Contos do Fritz às 19:21

17
Ago 13

 

entro pelos pelos

penetro

apelo pela pele

 

cabelos como é bom

tê-los entre os

lábios entre os

dedos entre os

corpos entre

nós

nus

 

 

 

 

Nanda Costa na revista Playboy 08/2013

A peludinha mais linda e gostosa do Brasil!

publicado por Contos do Fritz às 02:23

 

o rabo da senhora Lúcifer

quente

vou marcar com meu

tridente

entre danadisses e diabruras

loucuras incandescentes

 

o Lúcifer que se ferre

chifrudo do inferno

o diabo que o carregue!

 

 

 

 

@Senhora_Lucifer

publicado por Contos do Fritz às 01:47

11
Ago 13

 

fruto feito pro pecado

um bom bocado

 

pele de açúcar

doces curvas

corpo bem acabado

 

melado

entre as pernas o licor

de Cacau

adocicado

 

sabor que me deixa

embriagado

 

 

 


publicado por Contos do Fritz às 01:28

02
Ago 13

 

vem

pega minha língua

toma minha boca

como quem toma

um corpo sem pudor

como quem toma

um copo de licor

 

 

publicado por Contos do Fritz às 03:21

27
Jul 13

 

uma coleira de dentes

afiados em fogo

num pescoço vulnerável

 

pele branca

salta pelo decote

e me arranca os olhos

 

couro negro

poucos botões nos separa

de um caminho sem fim

 

acorrente-se a mim

sob o meu chicote

prenda-me em tua boca

me sufoca num afago

toma-me num trago

forte e profundo

 

embriagados num whisky envelhecido

umedecidos em desejos

renovados em despejos

on the rocks!

 

 

 

foto: @Milady_Winter

publicado por Contos do Fritz às 17:20

26
Jul 13

 

oferece-me a boca como um vinho

tinto e intenso tom

e derrama tudo em meu corpo

tingindo minha pele de batom

vermelho

sangue

que corre nas veias e

traz a tona o desejo

 

oferece-me a boca

que te dou um beijo

 

 

 

foto: @Milf_lol

publicado por Contos do Fritz às 23:50

24
Jul 13

 

sussurra...

tua voz tem o som que me excita

e exercita sobre mim certo domínio

fenômeno que me fascina

tua voz feminina gemida

grunhida ao final do gozo...

 

 

publicado por Contos do Fritz às 23:36

 

Pepeca perereca

pula na piroca

Pepeca perereca

pula e não pipoca

 

Pepeca perereca

na pica se acomoda

Pepeca perereca

goza e rebola

 

Pepeca perereca

morena de Angola

Pepeca perereca

brinca e não namora

 

Pepeca perereca

nunca para quieta

Pepeca perereca

quer tapa na peteca

 

Pepeca perereca

não gosta quem enrola

Pepeca perereca

a cobra ela degola!

 

 

 

 

Homenagem a todas as Pepecas devoradoras!

publicado por Contos do Fritz às 23:25

 

tenho no peito um tambor

bum bum...

que bate com fervor

bum bum...

quando vejo o

bum bum...

teu sorriso enorme

bum bum...

a passar na minha

bum bum...

praça a balançar

bum bum...

e ele faz perfeito

bum bum...

com toda a graça

bum bum...

a noite serena ficar

bum bum...

quente e morena como

bum bum...

a tua pele

bum bum...

linda!

 

bum bum...

bum bum...

bum bum...

 

 

 

 

foto: @Milf_lol

publicado por Contos do Fritz às 23:15

15
Jul 13

 

Uma bela homenagem da @Porp_s para esse poeta maldito Dr Frtiz.

 

 

 


 

 

publicado por Contos do Fritz às 03:53
Temas:

09
Jul 13

 

um quarto de dia num quarto

a tarde...

 

ainda tenho

teu cheiro pelo corpo

na boca o teu gosto

na lembrança teu dorso

na pele a marca que arde

 

Façamos de novo

mais tarde

pelas tardes

em mais quartos

de dias

por dias

publicado por Contos do Fritz às 01:04

 

Uma homenagem da @Milf_lol para este poeta maldito denominado Dr Fritz.

 

 \o/

Vlw!

 

 

publicado por Contos do Fritz às 00:51
Temas:

 

Uma roupa de baixo

que me deixa por cima

um bilhete na porta

pra dizer que ela volta...

 

 


publicado por Contos do Fritz às 00:46

07
Jul 13

 

Véu da menina

que mima o menino

bobo de olhos bêbados

 

Peça

seda

nana o neném

no colo do útero

 

Laço lasso

babados

renda(-se)

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 19:17

06
Jul 13

 

Uma rosa nua no sereno

orvalho doce que escorre

quero provar desse veneno

que mata mas não se morre

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 02:45

18
Jun 13

 

me deita em teu colo leito

e me dá o peito...

eu, homem feito

criança que não se cansa

mama a ama

criança que não vê defeito

 

me dá o peito, encosta

e toma meu leite em resposta

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 02:26

16
Jun 13

 

Late cadelinha

late

morde meu coração

que no peito bate

late alto

nossa vira-lata paixão

 

Late cadelinha

late

e vem de quatro pra mim

por onde eu for

até o fim

 

 

 


publicado por Contos do Fritz às 20:05

 

entre beijos e gemidos

carinhos e xingos

o que guardo aos pés

dos ouvidos é

teu sussurro...

 

um vento que sopra

na noite longa

me dizendo como ela é

gostosa

 

publicado por Contos do Fritz às 16:45

15
Jun 13

 

tua boca quente

me inflama

me lava

me sobe a chama

 

abraços em brasas

teu corpo chama

meu interior que incendeia

nós em fogo

 

 

 


 

 

publicado por Contos do Fritz às 22:30

 

você rosa orvalhada

                                dilatada

ante minhas pupilas

                                dilatadas

vibrante minha vontade

                                dilatada

deseja

que o tempo se      dilate

diante do deleite

 

que ninguém nos delate 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 17:34

 

Entre beijinhos e suspiros

o mel do vão de suas pernas

é meu doce preferido

 

Brigadeiros não entram

em nossa guerra

de corpos estendidos

sobre o outro

sobre a cama

 

 

 

foto @misscaliente1

 

publicado por Contos do Fritz às 17:09

14
Jun 13

 

Sua língua úmida em minha pele

meu pau em sua boca despeja...

 

Tudo o que se deseja:

que o instante se repita

 

 

publicado por Contos do Fritz às 04:58

 

Guardo meu rijo desejo

dentro do teu

relicário carne

grelo pérola

 

Um conjunto de lembranças

que não se deixam

sobre a penteadeira

 

 

publicado por Contos do Fritz às 04:55

13
Jun 13

 

As noites se fazem maior

no abrir de suas pernas

 

Céu vermelho carne

da boca de baixo lábio

estrelado grelo que brilha

 

Um cometa passa:

gemido que rasga meu silêncio...

 

 

 


publicado por Contos do Fritz às 01:13

12
Jun 13

 

Nem cartas perfumadas

nem bilhetes coloridos

num suspiro que o instinto sopra

gravei os teus gemidos

aos pés

dos meu ouvidos

 

Experiência sonora

que não se desfaz

coisa que o tempo

não apaga mais

 

 

os gemidos deliciosos da  

 

publicado por Contos do Fritz às 23:23

 

Grafa sua boca em meu peito

no leito

feito fera que fere a caça

faça de novo

faça

marca meu corpo torpe

em vermelho

batom no espelho

que escreve um destino




publicado por Contos do Fritz às 04:56
Temas: ,

 

Enfia os dedos longos

e prolonga teus gemidos...

 

Barulhos úmidos

aos meus ouvidos

deixa meu corpo em

delírios




publicado por Contos do Fritz às 04:33
Temas:

09
Jun 13

 

Pau e porra em tua boca

Leoa que ruge e rege

o ato

engole o falo

fato feito

bichos




publicado por Contos do Fritz às 20:12
Temas:

 

Doce grelo

grelo doce

a minha tentação

 

Esfrega geme

afunda molha

desse goza

nesse fosso de tesão

 

Doce grelo

molhado doce

doce tentação




publicado por Contos do Fritz às 16:07
Temas:

01
Jun 13

 

Tudo bem se seremos

nossas fantasias

que ao apagar da luz

dos dias

acontecem

 

Diária luz que ofusca a visão

Diária obrigação que ofusca o desejo

Dia diário que apaga a

noite

que acende

nossos olhos

 

Em pensamento reencontro a

ilusão

porque a

vida é

mesmo só

uma

impressão

 

Só o que sinto é

que pode ser

que seja

real




publicado por Contos do Fritz às 18:58
Temas:

30
Mai 13

 

Aos teus doces

pés

suplico:

que por pena abra

as pernas para

mim apenas que

em tuas águas

termas afogarei

minha

vontade que pulsa

plena

e minha língua

que se move

serena

 

Abra-as apenas

pra mim

as pernas



publicado por Contos do Fritz às 03:48
Temas: ,

 

Beijá-la os

pés e percorrer

as pernas até

encontrá-la

úmida

entre teus

poucos pelos

 

Língua e grelo

gozo e gemidos

nós

dois unidos um

elo




Ouça a poesia

https://soundcloud.com/user655213444/doce-caminho

publicado por Contos do Fritz às 02:38
Temas: ,

26
Mai 13

 

Em teu brilho interno me deleito

e no leito entre panos peles apertos

fico perto de tocar no eterno

 

Leitoso explodo entre os lábios

e unidos ficamos

úmidos




fotos: @Doce_Camille


publicado por Contos do Fritz às 15:59
Temas: ,

31
Mar 13

 

Atados a

o pecado leve

gozo

meu em tuas maçãs

 

Branca se amarra

em nós

juntos




publicado por Contos do Fritz às 15:44
Temas:

30
Mar 13


Acredito que todos os homens tenham em seu inconsciente uma eterna musa que o habita.

 

Umas das épocas do cinema nacional em que mais se criaram musas, com toda certeza, foi a das pornochanchadas.

 

Entre tantas mulheres, uma que se destacou, tanto pelo talento quanto pela beleza, foi Helena Ramos.

 

Helena Ramos é uma das atrizes brasileiras mais lindas que já passou pelas telas do cinema, repassou e repassa nas telinhas, se dissemina pela Internet e sobrevive em nosso imaginário.

 

Eterna musa...


 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 17:06
Temas: ,

14
Out 12

 

Toca com a mão o teu desejo

mela-a

e leva até minha boca

 

Esfrega o grelo

o orgulho e

escorrega os dedos para

dentro e lá do fundo

me traz tuas vontades

 

Beijo teus pés em devoção

aos teus gemidos

ao barulho úmido do atrito

 

Vidro os olhos

acompanhando teus contorces

arrepios em pele

 

Falo e me debruço

em teu busto

entre espasmos despejo

em teu rosto

eu líquido

leitoso e denso

que alimenta o momento

de troca

de vida

 



foto: @docinholly 

publicado por Contos do Fritz às 19:19
Temas: ,

17
Jul 12

 

Em sua boceta molhada

o grelo doce aguarda

um toque íntimo

uma língua solícita

 

A auréola angelical salta

anjo sem asas que voa

pelos lábios

pelos toques

pelos tempos

 

As procuras se espalham:

dedos procuram becos

bocas procuram bicos

ouvidos procuram falas

falos procuram fossos

corpos procuram gozo

 

Em seu dorso encosto meu peito

que bate cadenciado

um coração que sempre quer

mais

 

publicado por Contos do Fritz às 02:13
Temas:

07
Jul 12

 

Voa o gozo

da nossa brincadeira

 

Uma Via Láctea inteira

derramada em seu rosto

 

Passa o dedo e sente o gosto

do liquido denso

 

Me engole num gole

e me deixa suspenso

 

Lambe a glande

e me faz grande

como todo homem deve se sentir

 

 


publicado por Contos do Fritz às 23:09
Temas:

27
Jun 12

 

Deitada na cama

à espreita me olha

de lábios abertos vermelhos

e fruto molhado

Grelo a espera do toque

 

No tom branco da sua pele

vejo o infinito que corre ao encontro

esqueço o que possa ser tempo

e me acabo

estrangulando o desejo

e o pouco que sou

 

 


publicado por Contos do Fritz às 02:18
Temas: ,

08
Jun 12

 

Na linha do horizonte

infinita

belo monte rosa carne

nasce sol

 

Morro

entre teus lábios

 

Caudalosas tuas águas

que desaguam em minha língua

Desbravo a mata

e mato meu desejo

 

Deito-me em paz ao teu lado

e escuto o som do mar

em tua concha em êxtase

 

 


publicado por Contos do Fritz às 14:51
Temas:

12
Abr 12

 

I

 

Fera e fria

santa e soturna

Mãe e rainha

freira e puta

 

O pecado é uma fruta que te apodrece

quando não é consumida

 

 

II

 

O pecado consome

quem não o consome

 

Comida a fruta

saciada a fome

o pecado some


 

 


publicado por Contos do Fritz às 05:13
Temas:

10
Abr 12

 

De quatro e molhada

de costas para o mundo

e eu de frente para o mundo

confronto-o

 

Meu mundo falo duro

que rompe o silêncio

que abre as carnes

que desliza mundo adentro

que faz tua boca abrir

faz as cordas gemerem

que faz astros nos olhos brilharem

e que faz dos mundos

meu e teu

um mundo único

 

Corpos celestes em choque

 

 


publicado por Contos do Fritz às 14:38
Temas:

09
Abr 12

 

In the black eyes of the Queen

Lives my dream...

 

 

for a angel, for @BelladonnaENT

 

 

publicado por Contos do Fritz às 14:19
Temas: ,

23
Jan 12

 

Falo em tua boca um nome

sujo trêmulo proibido

que ressoa em teu corpo lago

como pedra que se atira

em espelho d’água

 

À margem do teu desejo

brinco animal puro

mergulho fundo

e solto meu cardume

na liberdade dos corpos


publicado por Contos do Fritz às 22:38
Temas:

22
Jan 12

 

Um desejo latente

uma mente que planeja

o prazer

 

Escondidos entre a multidão circulam

executivos amantes

religiosos sádicos

legisladores voyeurs

professores masoquistas

profissionais do nada em busca

de algum sentido

 

A união formal é uma invenção

moral

que não vale

em nosso jogo

 

A pele prevalece

num mundo de papéis

sem valor

 

Dispa-se

coloque sua máscara

suba no palco

nosso show vai começar

 

 

@FabiCasada

publicado por Contos do Fritz às 20:22
Temas: ,

14
Jan 12

 

O que eu quero é simplesmente querer como me quer

te pegar com fome

com a mesma fome minha

 

Saudade daquele beijo que pode machucar... sabe?

é sim

é isso que é bonito e

é o gás para tudo o mas

o mais

 

Aquele pelo

apelo

pego pelos cabelos

que quase corta os lábios

 

Aquele abraço indo

para a cama

para não largar mais

(poesia? Então vai)

indo para cama

para não largar mais

nem nesse antes

muito mesmo no durante

nem no depois

digo, muito menos

a força

o tapa

o seu pau no meu rosto...

é só parte desse abraço

desse contato

dessa necessidade

dessa falta

 

Você me grudar

me esfregar esse seu pau

eu te afogar nos meus seios

é tudo uma cosia só...

 

Nada pensado nada

orquestrado

só uma necessidade

vontade

uma consequência

tanto de um sentimento quanto de carne

carne mesmo, verdade

não se pode negar

a carne pede contato

toque

esse amasso...

essa fricção...

fricção...

me fazer gozar gostoso

 

 

*texto escrito pela madrugada, de autora anônima.

publicado por Contos do Fritz às 11:58
Temas:

10
Dez 11

 

I

 

Um sol que nasce num horizonte bélico

nossa guerra de sentidos

 

II

 

Te beijo onde o sol não bate

te penetro onde amor não entra

 

III

 

Mar em fúria contra as pedras

bate

 

 


publicado por Contos do Fritz às 12:27
Temas:

03
Dez 11

 

Minha felicidade mora

entre tuas pernas

compasso aberto que circunda

a lua em delírio

 

Constelação em gozo

de gâmetas cometas

que cruzam teu universo

em contração

 

publicado por Contos do Fritz às 18:04
Temas:

20
Nov 11

 

Sexo ocasional

habito normal

Não há nexo

no que é animal

publicado por Contos do Fritz às 03:42
Temas:

31
Out 11

 

Brota a vida

Começo da estrada

Viva xoxota

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 12:56
Temas:

13
Out 11

 

Corre o sangue corre e enche

rente o falo fala quente

sente a pele molhada

arrepiada olha escorrendo salgado

o suor

o desejo em estado líquido

o animal puro

que somos

 

publicado por Contos do Fritz às 23:59
Temas:

01
Out 11

 

Num barco sem velas, sem norte

só com o desejo, navego a deriva

sem sorte, guiado pelas estrelas

leitosas ladies da noite

 

Amar moroso no mar revolto

a correnteza me arrasta à areia

a água está viva entre as fendas

frestas e pedras, carne

 

Vênus brilha e baila

suores salinos misturam-se

As Três Marias sacrificam astros menores

bacantes rasgam o céu e bebem seu sangue azul

meu corpo flutua entre espumas

pelas mãos dos mitos é oferecido

e entregue às sereias e aos signos

que ao nascer do sol se deitam

em meu peito

 

Anoitece novamente

e os sinais dos rituais resplandecem

na imagem do Cruzeiro

ao sul de nossos pensamentos

 

 


publicado por Contos do Fritz às 15:42
Temas:

21
Set 11

 

O cheiro doce e úmido da pele tua

nua que espera o toque quente

rente e íntimo que aumenta o ritmo

num átimo, do corpo, da pulsação

 

Fricção animal sobre a cama

dama da sociedade que revira puta

luta com o macho pelo prazer

fazê-lo acontecer no quarto

 

O ato final do filme, o gozo

no fosso dilatado e úmido

unido ao falo agora contraído

caído, satisfeito, em paz

 

Jazem os amantes na oca oca

e as bocas dividem num ataque

o acre gosto contido

nos fluídos, no que sobrou de nós

 

publicado por Contos do Fritz às 02:19
Temas:

04
Set 11

 

Meu poema Vulva foi lido pelo pessoal do Vulva Fúcsia, no final do programa. Sou grato pela leitura.


 

publicado por Contos do Fritz às 18:31
Temas:

03
Set 11

 

O arrepio na pele

de uma fêmea faminta

 

um desenho um adorno

cor corpo contorno

menina divina

caçadora entre os teus

 

Domadora dançarina

Chris x-tina

a escolhida por Deus

 

 

Chris Lima
Fotografia
Luiz Aguiar - @laguiar
publicado por Contos do Fritz às 02:40
Temas: ,

30
Ago 11

Elas podem ter todos os defeitos do mundo, mas têm o que a gente quer!

 


 

E o que é que a gente quer? (B.U.C.E.T.A.) do álbum Foi bom pra você? de 1994.

publicado por Contos do Fritz às 21:53
Temas:

26
Ago 11

 

Vitória

virgem viva

ventre

veludo

 

Vulva vadia

vagina valente

veemente volumosa

viscosa voraz

vital

 

Vaca vulgar

víbora volúvel

vodka vagabunda

valsa vã

varão vassalo

vilã viciada

 

Vênus

verão vivo

vale verde

vista vasta

viagem voluptuosa

 

Vinho velho

verso

valor

 

Vida

publicado por Contos do Fritz às 14:27
Temas:

22
Ago 11

 

A noite se abria no movimento de suas pernas 

grossas pecaminosas infinitas

e o brilho morto das estrelas

emolduravam teu corpo lascivo e jovem

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Suas mãos corriam até mergulharem

lábios seios sexo

que me exibia liso e rosa carne

querendo quente pulsando

expulsando todo o frio e a derrota

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Suas coxas apertavam e espremiam

o gozo

que sobrava em seus olhos

que me mostrava entre os dedos

que lambia satisfeita

que alimentava o pouco que éramos

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Que sonora gemia fêmea

que linda contorcia-se fêmea

que satisfeita ofegava fêmea

e enchia meus escravos ouvidos

com sons úmidos de fêmea

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Era um mundo construído

e constituído de vontades animalescas

que faziam meu sangue pele correr

percorrer pelos meus rios e mares

até alagar o deserto e o homem que sou

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Mas no ordinário passar dos dias

nosso jogo não teve mais vitórias

monótonos sucumbimos ao banal

e derrotados

desistimos do poder lúdico

que proporcionávamos aos nossos restos

 

O solitário e sujo tempo venceu

 

Que saudades que tenho da minha puta

que partiu...

publicado por Contos do Fritz às 15:37
Temas:

19
Ago 11

 

Entre panos e apelos

pedidos e peles

peço em teus lábios ávidos

desejo entre pêlos e entro

 

Dentro desnudo

mudo quente mundo

rente profundo querer

 

Crer que posso tê-lo

esparramo em teu pêlo

novelo

meu prazer

 


publicado por Contos do Fritz às 14:25
Temas:

Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


subscrever feeds
Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

banner do Frtiz
Image and video hosting by TinyPic
pesquise
 
leia os blogs

compre os livros