Poesia erótica

08
Fev 14

 

vem

ajoelhe-se

que vou foder a tua

boca

abra-a

 

baba todo ele e engula-o com gana

guarda-o todo em tua garganta

enquanto me olha gulosa

 

e passeia a língua

na glande

nas bolas

pelo longo das minhas veias em riste

chupa como se fosse acabar

o mundo

suga a nossa essência

 

em teus cabelos meus dedos

entrelaçados

conduzem o movimento do tempo

que se dilata

na ardência dos tapas

que ecoam em tuas maçãs

 

sorri e lambe meu pau

que a porra vai jorrar

branca pura quente

por toda...

 

mela a face sem disfarce

engole meu líquido

liquida meu desejo e me

faz o homem que imagino que sou

 

 

publicado por Contos do Fritz às 01:01

Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27


Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

pesquise
 
leia os blogs

compre os livros