Poesia erótica

17
Set 16

 

Um êxtase

que espalho

feito confeiteiro

sobre seu corpo

 

Branco creme que enfeita

ela em fúria

e doce

na cama

 

Lambe os dedos

Lambe o que se estende

a sua frente

Traquina, desobediente

 

Prazer ao leite

Ingrediente dileto

Deleite completo

 

 

publicado por Contos do Fritz às 15:59

10
Set 15

 

Tão bom o cheiro da minha amada

seu gosto doce, na pele salgada

O suor... Corpos quentes sobre a cama

Chama que aquece a noite gelada

 

Nas madrugas de Inverno

nossos abraços de Verão

De estação em estação

que esse calor se mantenha eterno

 

publicado por Contos do Fritz às 12:23

09
Set 15

 

É tão gostoso

como a gente se encaixa:

lado oco e lado pino

brinquedos igual Lego

Masculino e feminino

construindo

um castelo todo

colorido

 

Um império

feito de sentidos

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 00:39

08
Ago 15

 

Acordei a Bela Dorminhoca

com um beijo na boca

profundo e envenenado

Entorpecidos, na cama

comemos a maçã do pecado

 

Amanheceu, ela foi embora

e me deixou um recado:

esqueceu os chinelos dourados

pra dizer que ainda volta

 

Espero que volte, para pegá-los

Vou me ajoelhar e calça-los

em seus pés; percorrer as pernas

até o meio delas; atingir os pelos

 

Entre meus lábios, os seus, tê-los

e novamente enlouquecidos

fazer a estória acontecer

Reescrevê-la, com prazer

 

Eu, gato sem botas

e você, nas maravilhas

fazendo um conto de fadas

virar um conto de fodas

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 03:12

28
Jul 15

 

Minha gatinha mia

esfrega seus pelos em mim

morde, arranha

levanta o rabo

geme...

Até virar cadela

 

E eu

por cima dela

faço

gato e sapato

 

O nosso ato

é de fato

feito

bichos

 

Mútuos animais de estimação

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 13:32

02
Jun 15

 

Quando te beijo

me sinto um bicho

 

Instinto primitivo

que arrepia a pele

 

Corpos vivos

Carnívoros

se devorando

Animais lascivos

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 13:24

01
Jun 15

 

Teu cheiro na minha cama

Teu gosto na minha boca

Teus lábios na minha pele

Teu corpo na minha memória

Teu gemido nos meus ouvidos

Teus gestos nos meus sentidos

Teu sorriso nos meus olhos

Teu gozo na minha vitória

 

Tudo é

teu e meu

nesse universo profano

feito por debaixo dos panos

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 23:48

21
Mai 15

 

tão linda

círculo robusto

que torna a ideia lúdica

e faz a bunda dela

merecer um busto

para ser exibido

em praça pública

 

tão perfeita

que enfeita

toda rua

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 23:24

23
Abr 15

 

peludinha linda

um belo novelo

 

contraste perfeito

tua pele branca

teus pelos pretos

 

fios que teço

e emaranho

pau boca dedos

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 00:04

21
Abr 15

 

a abelha rainha

de quatro na minha

colméia a me servir

 

fêmea a produzir

fluídos em serão

melado sem fel

seu mel em meu

ferrão

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 17:40

11
Abr 15

 

fios brancos transados

enroscados em pelos pretos

dueto que se acende

 

trama que surpreende

e me prende

os olhos

e me ajoelho

me rendendo

a tua renda

e caio em tua rede

 

a natureza que nos rende

bichos da seda em

bichos de sede

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 14:21

28
Fev 15

 

levanta tua perna

e abre bem

que fico de joelhos

servo a servir-se

 

língua e dedos passeiam

em teus lábios, grelo e brilho

procurando teus becos

teus pontos, suspiros

encontrando gemidos

arrancando berros

 

sente nosso cheiro

escuta o atrito molhado

que se espalham

a preencher

os ouvidos

os sentidos

o cômodo pequeno e profano

 

tua mão em meus cabelos

meus dentes em tuas coxas

solta o gozo feminino, divino

deságua em minha boca

 

deixa teu cheiro

em mim, e teu gosto

em minha saliva, a mistura

molha meu rosto

com tua ternura

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 17:46

26
Fev 15

 

dois mundos que se abrem

tuas pernas nuas

dois metros de puro prazer

compasso branco que circunda a lua

alva

alvo

de nosso querer

 

como a Via Láctea

leite que salpica o universo

espalharemos nosso gozo

gemidos, prosa e verso

 

deleite dos corpos

celestes em atrito

nada castos

somos astros

a orbitar no infinito

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 21:14

 

tanta coisa boa é pouca

diante da beleza de sua boca

 

lábio que provoca

tanta coisa louca

carne farta que invoca

minha alma lassa

 

moça

coloca a sua na minha

e desloca

essa minha vida oca

que não mereço

 

a boca da moça é o começo

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 14:44

23
Fev 15

 

tua bunda branca empinada

muda de cor a cada tapa

 

alva flor que a dor depura

madura, a cada amor, rubra

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 20:38

19
Fev 15

 

passa teus lábios

molhados

nos meus lábios

escravos

 

fenda e grelo

teus poucos pelos

de encontro à

minha língua

 

molha meu rosto

todo e deixa

teu cheiro bom

na minha boca

 

mistura teu gozo

com minha saliva

 

passa

teus lábios

nos meus

passa

passa

passa

passa

que assim o tempo

passa

só lá fora

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 19:45

11
Fev 15

 

seus peitos são

perfeitos

feitos algo sem defeito

forma, cor, bicos

são os que quero no leito

neles me deito

e fico

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 23:02

07
Fev 15

 

orbita de Urano

meu astro em teu ânus

vulto de Vênus que vibra

brilham os anéis em Saturno

 

sem os pés na Terra

pelo espaço infinito

flutuamos

 

nos corpos celestes

a líquida Via Láctea se espalha

constelação sobre a pele

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 16:37

31
Jan 15

 

ponto do amor

grelo molhado, orvalho

semente da flor

 

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 01:01

14
Nov 14

 

guarde minha língua em

teus seios

grandes e acolhedores

guarde-me homem

semem

dores e devaneios

guarde o calor que semeio

guarde sem receio

no meio

todo amor que fizemos

e faremos

 

 

 

publicado por Contos do Fritz às 11:53

Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Follow DoctorFritz on Twitter
clique e ouça as poesias

pesquise
 
leia os blogs

compre os livros