Poesia erótica

13
Out 11

 

Corre o sangue corre e enche

rente o falo fala quente

sente a pele molhada

arrepiada olha escorrendo salgado

o suor

o desejo em estado líquido

o animal puro

que somos

 

publicado por Eroticidades às 23:59
Temas:

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Livro de poesia erótica

Outros livros

Follow DoctorFritz on Twitter
Ouça minha voz

Leia os blogs

pesquise