Poesia erótica

26
Fev 15

 

dois mundos que se abrem

tuas pernas nuas

dois metros de puro prazer

compasso branco que circunda a lua

alva

alvo

de nosso querer

 

como a Via Láctea

leite que salpica o universo

espalharemos nosso gozo

gemidos, prosa e verso

 

deleite dos corpos

celestes em atrito

nada castos

somos astros

a orbitar no infinito

 

 

 

publicado por Eroticidades às 21:14

 

tanta coisa boa é pouca

diante da beleza de sua boca

 

lábio que provoca

tanta coisa louca

carne farta que invoca

minha alma lassa

 

moça

coloca a sua na minha

e desloca

essa minha vida oca

que não mereço

 

a boca da moça é o começo

 

 

 

 

publicado por Eroticidades às 14:44

Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
24
25
27


Livro de poesia erótica

Outros livros

subscrever feeds
Follow DoctorFritz on Twitter
Ouça minha voz

Leia os blogs

pesquise